Bagagem de lembranças

22 de Junho de 2017

Viajar é sempre uma experiência, sobretudo, quando o viajante pode se valer de acessórios sofisticados, como as malas LV. Na verdade, a história da Louis Vuitton está intimamente ligada ao transporte e sua tentativa de torná-lo atraente e prático desde a Revolução Industrial. Tudo começou há muitos séculos, nos idos de 1854, quando Gaston-Louis Vuitton, apaixonado por viagens e um colecionador-nato, teve a brilhante ideia de arquivar as fabulosas histórias dos seus clientes e o objeto de sua predileção: as malas. Em seus diários ele catalogou centenas de informações que tratavam desse objeto e, em suas viagens através do mundo, uma das primeiras coisas que fazia era pesquisar sobre esse acessório que se transformou em sua obsessão ao longo da sua vida.

Depois de ter sido apresentada no Grand Palais, em Paris, a retrospectiva “Volez, Voguez, Voyagez”, desembarcou em Seul em junho, onde fica em cartaz até 27 de agosto, no Dongdaemun Design Plaza, prédio desenhado por Zaha Hadid. Com cenografia roteirizada por Robert Carsen, sob a liderança de Olivier Saillard, curador geral, a Louis Vuitton apresenta peças enigmáticas e belas surpresas, como artefatos raros e arquivos do patrimônio da Louis Vuitton além de uma seleção de peças emprestadas pelo Museu Galliera. “Volez, Voguez, Voyagez” conta a história da Maison em dez capítulos através de retratos e objetos, história e grandes destaques da Louis Vuitton, de 1854 até hoje, porque as inovações em relação as malas não pararam.

Robert Carsen mergulhou no espírito da Maison e criou cenários dignos de filme, como uma duna de areia em que colocou truncks de um dos nossos maiores aventureiros, Pierre Savorgnan de Brazza, que conta com uma cama de um lado, e do outro um escritório. Para os grandes exploradores, o tempo necessário para dormir e escrever. A exposição é fascinante e conta ainda com uma vitrine musical, onde está o Stradivarius pertencente ao fabricante de truncks, imaginado pelo próprio Patrick Louis Vuitton. O fabricante de malas Gaston-Louis Vuitton e seus sucessores criaram um novo capítulo na história dos acessórios pessoais, a partir das primeiras viagens de barco e de trem, há mais de um século e meio.

IMAGEM © Louis Vuitton Malletier 

Você também pode gostar...

Para receber nossas matérias
Muito obrigado pela sua visita!
Correspondance Magazine®