Chef Jean-Marc Banzo

9 de Julho de 2016

Sob a batuta do Chef Banzo, os clientes dos restaurantes Le Clos e Le Comptoir du Clos são privilegiados com uma gastronomia que leva a assinatura de um homem que avança tranquilamente em espiral ascendente. Nos encontramos numa manhã de sábado no restaurante Le Comptoir du Clos do hotel Renaissance Aix-en-Provence, no sul da França, onde o Chef Banzo concedeu com exclusividade essa entrevista ao Correspondance Magazine®. Ao primeiro contato, Jean-Marc Banzo parece ser um homem tímido e retraído mas, à medida que nossa conversa se prolonga, e ela levou algumas horas, esse talentoso Chef, que nasceu e cresceu aos pés do MontVentoux, na Provence, se revela um homem aberto aos desafios com toda a sua graciosidade. O Chef Banzo, cotado com estrelas no guia Michelin, nos conta seu percurso construído de paciência e perseverança ao longo dos anos, fal que a gastronomia desde cedo já figurava em seus planos e relata seu percurso desde os 15 anos, onde começou a estudá-la em Grenoble até os dias atuais. Um homem que contruiu sua notoriedade à base de caráter, força de vontade e talento.

Filho de imigrantes espanhóis, a cozinha e a gastronomia do Chef Banzo tem algo de um conquistador que construiu sua reputação com pitadas de rigor e afetividade. Com um caráter forjado para suportar à pressão do tempo, demanda imprescindível desse métier, o Chef Banzo caminha com a calma de quem sabe o que faz, gerenciando sua equipe com maestria. Apaixonado pela sua arte culinária, Jean-Marc Banzo é capaz de se doar, literalmente, de corpo e alma, para que suas criações encontrem o sabor exato e revelem a essência perfeita dos produtos. Uma missão diária que encontra no gesto da repetição a excelência de um impecável savoir-faire. Em sua cozinha, tudo é criado e inspirado à base da sinceridade, que vai da escolha dos produtos à quem a produz, tanto que os clientes podem quase sentir esse valor incomensurável ao saborear um dos seus pratos. Essa qualidade de transcender o produto foi desenvolvida pelo Chef Banzo através da reprodução e repetição do gesto, um conceito martelado sistematicamente que encontra respaldo na cultura gastronômica de um autodidata que fez do talento das suas mãos uma maneira de conquistar seu espaço.

Homem de grande competência e talento, o Chef Banzo é, acima de tudo, um homem de caráter com uma personalidade marcante que tem feito de sua cozinha uma referência no sul da França, sobretudo, pela maneira eficaz como conduz sua equipe, uma brigada de 15 pessoas. Sob sua batuta, os dois restaurantes do Hotel Renaissance, Le Clos e Le Comptoir du Clos, operam duas cozinhas de gêneros diferentes mas com um referencial de qualidade único. Um baseado na riqueza dos sabores mediterrâneos com uma gastronomia mais elaborada e um bistrô que versa pela cozinha de personalidade com a construção de pratos baseados na criatividade e na simplicidade sem esquecer todo o rigor que essa técnica demanda. Por tudo isso, saborear a cozinha do Chef Banzo é como se entregar ao deleite de degustar o verdadeiro sabor dos alimentos num belo dia de sol.

Mestre absoluto dos fornos e fogões, em sua cozinha o Chef mantém um interesse permanente e genuíno voltado para a cozinha simples, modesta, repleta de sabores, histórias e encontros, como ele mesmo gosta de definir. Sua motivação diária é criar um prato do nada, apenas com a ideia de alguns produtos em mente, imaginando o que eles podem se tornar depois de preparados. O que para o Chef Banzo significa “dar tudo o que pudermos por algumas horas e depois esquecer o que criamos para recriar algo totalmente novo no dia seguinte. Esse combate na cozinha é essencial para a evolução de nossa atividade, afinal, só o desequilíbrio faz avançar, progerdir, se superar,” confirma Jean-Marc Banzo. É essa força criativa e de trabalho que pode ser mensurada nas opções gastrônomicas oferecidas nos restaurantes Le Clos e Le Comptoir du Clos, um lugar onde hóspedes e clientes podem se regalar diariamente, degustando a cozinha de um homem que avança tranquilamente porque conhece as intempéries do tempo e não se deixa abater pelas suas transformações.

Você também pode gostar...

Para receber nossas matérias
Muito obrigado pela sua visita!
Correspondance Magazine®