“Cire Trudon”

14 de Dezembro de 2018

Verdadeiro clássico desde 1643, data em que a Cire Trudon foi fundada por Claude Trudon, a maison soube criar um universo mágico graças a valiosa matéria-prima fabricada pelas abelhas para criar uma fórmula onde odores modernos e históricos se misturam de forma sutil. A Cire Trudon é mais conhecida como a mais antiga fabricante de velas do mundo ainda ativa atualmente. Fundada pela família Trudon, ela fornece velas para as catedrais e nobres da França desde 1643. Mais notavelmente, os Trudons forneceram todas as velas de Versalhes diariamente, servindo ao Rei Sol, Luís XIV, durante seu reinado.

Ao longo dos séculos, a experiência da maison iluminou, literalmente, os poderosos da França, de Louis XIV a Napoleão, sem mencionar o poder clerical do país, que contava com as velas Trudon para iluminar os santuários e igrejas. Atualmente Julien Pruvost é o guardião de um legado que ele tem prazer de transmitir, renovar e perpetuar. A empresa, sediada em Paris, mantém um sério culto de seguidores de estilistas e designers, incluindo John Derian e o maestro de moda Giambattista Valli, que colaborou com a marca em velas com notas florais que evocam a Costa Amalfitana. Fãs elogiam a atenção que a empresta confere ao artesanato na fabricação, da cera derramada manualmente às fórmulas de fragrâncias precisas até os lindos vasos de vidro feitos à mão na Itália.

Correspondance Magazine® selecionou alguns aromas com base em certas características olfativas para ajudar nossos leitores a escolher o perfume que lhes convém, baseada em alguns dos odores das velas Trudon, afinal, escolher a fragrância perfeita, no singular ou no plural, para a sua casa é um ritual que demanda uma certa concentração e uma aptidão olfativa. Para simplificar o processo, siga nosso pequeno de nossas fragrâncias preferidas da Maison Trudon.

Balmoral – mixto de notas verdes de grama cortada e hortelã, onde fantasias florais de frésia e íris, almíscares e pinheiros evocam o frescor da floresta quando pingos de chuva permanecem nas folhas e folhas de grama.

Cyrnos – esta fragrância é exuberante e leve, com notas de limão, murta, tomilho, cedro, musk e, claro lavanda.

Dada – mescla o cheiro de amora e pimenta de folhas de buchu, eucalipto crocante, camomila doce configurando uma improvável harmonia de notas agridoces.

Joséphine – é um buquê floral de camélia chinesa, jasmim egípcio, rosa turca e íris, com algumas notas de bergamota, sândalo, lima e especiarias, que proporcionam profundidade e sensualidade.

Madeleine – é uma mistura inebriante de udo o que se refere ao teor feminino onde a rosa, a lavanda, o íris e o jasmim se misturam às notas masculinas, onde o cravo, o couro e o tabaco se entrelaçam harmoniosamente.

IMAGEM © Cire Trudon 

Você também pode gostar...

Para receber nossas matérias
Muito obrigado pela sua visita!
Correspondance Magazine®