Debauve & Gallais

6 de Outubro de 2016

Farmacêutico do rei Luís XVI, Sulpice Debauve imaginou uma receita de chocolate para que a rainha Maria Antonieta não sentisse o sabor desagradável dos medicamentos. Para isso, Debauve teve a ideia de revestir os medicamentos em uma mistura de cacau e cana de açúcar, batizado de “Pistoles”, em homenagem ao nome da moeda daquele tempo. Sulpice Debauve foi de fato fornecedor de chocolate da era de Napoleão e, em 1819, se tornou o fornecedor oficial da “Corte Francesa”, desfrutando desse privilégio durante os reinados de Luiz XVIII, Charles X e Luiz-Felipe. Graças ao sucesso da sua receita, Debauve abriu sua própria fábrica de chocolate em 1800 na rue des Saints Pères, onde funciona ainda hoje.

A fachada da boutique em Saint Germain des Prés é monumento histórico e foi projetada pelos arquitetos Percier e de Fontaine, escolhidos pessoalmente por Napoleão. Debauve & Gallais foi mencionada com riqueza de detalhes pelo escritor Anatole France em sua obra Le Petit Pierre: “(…) suas janelas numa configuração de leque, a loja em formato arredondado como um pequeno templo, o balcão semicircular com arcos abrigam prateleiras, onde o creme de cacau e os chocolates são dispostos como pequenas joias (…)” Alem da especialidade e da tradição chocolateira, Debauve & Gallais oferece ainda chás grands crus. Para nos contar essa história do chocolate dos reis da França, Correspondance Magazine® entrevistou Diane Junique, diretora comercial de la maison.

Conte-nos um pouco da história dos chocolates Debauve & Gallais.

– Tudo começou há muito tempo quando Sulpice Debauve, farmacêutico do Rei conseguiu preparar uma barra de chocolate batizada de “Les Pistoles de la Reine” para que a jovem rainha Marie Antoinette não sentisse o gosto amargo dos medicamentos. Interrompida pela Revolução Francesa a história de Debauve & Gallais recomeçou sob a proteção da futura imperatriz Joséphine.

Quais foram as fontes de inspiração para compor as receitas de chocolate no momento da sua criação?

– A curiosidade do “Iluminismo” inspirou a família Debauve no início do século XIX durante os terríveis anos da Revolução Francesa. Uma época onde a criação gastronômica era intensa e rueniu os grandes mestres como Carème, Brillat-Savarin, Grimod de la Reynière ou Sulpice Debauve, que souberam transformar saúde e curiosidade em guloseimas.

O que fez a reputação da maison Debauve & Gallais?

– Você não se torna o fornecedor exclusivo de um rei ou de um imperador sem razões que não estejam relacionados em favor de um chocolate saudável e delicioso. Além disso, nosso lema é que do velho filósofo Horácio: “Utile Dulcie” (útil e agradável) e, mais do que nunca estamos comprometidos com esta máxima.

Como Debauve & Gallais foi capaz de responder e se adaptar às mudanças do mercado e do comportamento do consumidor ao longo dos últimos anos?

– Tivemos que aprender a manter nossas raízes num período um pouco louco que exclui os artesãos da gastronomia em detrimento da modernidade e da produção em massa. Debauve & Gallais, pelo contrário, mantem seus princípios e encontra inspiração em mais de 2000 receitas, algumas com mais de dois séculos de idade mas todas com um toque de modernidade.

Qual o perfil do consumidor dos chocolates Debauve & Gallais?

– Nosso cliente-típico é um esteta proveniente de nacionalidades diversas e com uma faixa etária bastante variável. O que os agrega é um certo estilo de vida. São consumidores que conhecem e frequentam lugares míticos e amam a originalidade num mundo de cópias. Nossos clientes não compram apenas um produto de qualidade com sabores raros, eles compram um pedaço de história.

Quais foram os personagens míticos que degustaram os chocolates Debauve & Gallais?
– Sem mencionar os reis e imperadores da França, temos personagens renomados como Anatole France, Marcel Proust, Coco Chanel. Para os nossos ilustres consumidores da atualidade preferimos preservar sua privacidade e esperamos conquistar muitos outros cada vez mais!

Quais os “produtos-fetiche” mais solicitados pelos clientes?

– Nossos produtos históricos são, naturalmente, “Les Pistoles” (moedas de chocolate com sabor de baunilha, leite de amêndoa ou café), de Marie Antoinette, e “Croquamandes” (amêndoas torradas cobertas de chocolate), do Imperador Napoleão 1º, mas temos cerca de cinquenta produtos históricos como as deliciosas bolas de golfe de chocolate que fomos os primeiros a fabricar.

Você poderia nos falar dos futuros projetos que serão desenvolvidos para os chocolates Debauve & Gallais?

– Temos muitos e eles estão secretamente bem guardados. Um deles vai fazer uma verdadeira revolução na maneira de desfrutar o chocolate no dia a dia.

Quais adjetivos poderiam descrever os chocolates Debauve & Gallais?

– Deliciosos, saborosos e saudáveis!

Você também pode gostar...

Para receber nossas matérias
Muito obrigado pela sua visita!
Correspondance Magazine®