Design é a solução

7 de Julho de 2018

“Eu quero ser plástico!”, exclamou Andy Warhol. No início da década de 1960, uma nova geração de projetistas estava rejeitando os valores sólidos do modernismo orgânico dos anos 50 e experimentando novos materiais interessantes, particularmente os plásticos, para criar novos objetos brilhantes em cores vivas e formas fluidas. As curvas sensuais da “Cadeira Panton”, que ficou famosa por sua aparição em um ensaio para a revista de moda britânica “Nova”, intitulada “Como se despir na frente de seu marido“, ecoaram a desinibida sexualidade e otimismo de uma época. Nos anos 60 e 70, o plástico estava no auge da moda, agora é moda para os designers reutilizar materiais reciclados em seus projetos. Adidas, Stella McCartney, Pharrell Williams para a G-Star RAW, a marca Patagonia, incorporaram tecidos inovadores em itens recentes.

Dando eco de forma positiva à problemática do plástico, o Art & Design Atomium Museum (ADAM), em Bruxelas, aberto ao público em 2015, apresenta em sua exposição permanente “Plasticarium”, mais de 2.000 objetos de plástico do colecionador particular Philippe Decelle. São peças que abrangem produtos de consumo cotidianos, pop art a designs industriais icônicos, desde a era de ouro do plástico no início dos anos 1960 até o presente. Para completar o vasto panorama do design plástico ao longo das décadas, a coleção de Decelle foi enriquecida com itens emprestados de galerias e instituições públicas, como o Centro Nacional de Artes Plásticas e o Centro de Inovação e Design.

Situado a poucos passos do icônico ponto de referência de Bruxelas, o Atomium, o ADAM foi construído no edifício Trade Mart, uma estrutura habilmente trabalhada, criada pelo arquiteto americano John Portman. Esta construção curiosa e enorme não tem uma presença forte, mas em sua tipologia e composição forma um exemplo único de arquitetura de “estilo internacional”, uma versão corporativa do brutalismo. O projeto arquitetônico foi concebido e realizado pela Lhoas & Lhoas Architectes em parceria com o museógrafo Thierry Belenger, especialista em design do século XX, e Alexandra Midal, teórica e historiadora de design. O que chama a atenção dos visitantes do museu é uma escadaria na entrada principal projetada por Jean Nouvel e MDW Architecture. Uma estrutura colorida e lúdica, em consonância com a alegre e criativa coleção que o museu apresenta ao público.

IMAGEM © Art & Design Atomium Museum (ADAM)

Você também pode gostar...

Para receber nossas matérias
Muito obrigado pela sua visita!
Correspondance Magazine®