Festival de Cannes 2017

28 de Abril de 2017

De 17 a 28 de maio o espanhol Pedro Almodóvar vai estar na Côte d’Azur para presidir o júri da “Palma de Ouro”, durante a 70ª edição do Festival de Cannes. Estou grato, honrado e um pouco estupefato, confessou o cineasta que competiu em 2016 com o filme “Julieta”. Sei da responsabilidade da presidência do júri e espero estar à altura do trabalho. Posso apenas dizer que vou dedicar corpo e alma para esta missão”. Diretor de filmes marcantes como “Tudo Sobre Minha Mãe, A Pele que Habito, Fale com Ela, Volver, Má Educação…”, Almodóvar será o presidente do júri de longas para a competição que incluiu de “The Square”, de Ruben Östlund. No menu da mostra “Un Certain Regard” aparece o drama político “La Cordillera” do argentino Santiago Mitre com elenco formado por Ricardo Darín, Christian Slater e Leonardo Franco, além de “Walking Past the Future” de Li Ruijun. O evento conta ainda com uma projeção especial de “Le Vénérable W.” de Barbet Schroeder, e “Carré 35”, de Éric Caravaca.

Sofia Coppola, Michael Haneke e muitos outros cineastas prometem agitar o 70º Festival de Cannes mas a honra de abri o evento fica com os franceses e é o diretor Arnaud Desplechin quem inaugura o evento com o filme “Les Fantômes d’Ismäel”, uma história de amor protagonizada por Charlotte Gainsbourg, Mathieu Almaric, Marion Cotillard e Louis Garrel. O aclamado diretor grego Yorgos Lanthimos, premiado em 2015 com “O Lagosta, vai concorrer com “The Killing of a Sacred Dear” e Sofia Coppola vencedora em 1999 com “As Virgens Suicidas”, volta com seu mais recente trabalho “The Beguilded”, uma produção que conta com um elenco de peso e tem Colin Farrell no centro de uma história misteriosa, rodeado de mulheres cheias de sentimentos ambíguos representadas pelas atrizes Kirsten Dunst, Elle Fanning, Nicole Kidman, Oona Laurence, Angourie Rice, Emma Howard e Addison Riecke.   

O novo filme do diretor de “O Artista”, 2011, o francês Michel Hazanavicius, vai contar a história da juventude de Jean-Luc Godard, considerado um dos representantes da Nouvelle Vague do cinema e que assinou filmes cults como “Acossado, O desprezo, Viver a vida…” Nesta adaptação o queridinho do cinema francês Louis Garrel vive Godard. Alguns dos seus concorrentes na disputa pela Palma de Ouro são “Good Time” com Robert Pattinson, dos irmãos nova-iorquinos Ben e Joshua Safdie; o austríaco Michael Haneke, grande ganhador de duas Palmas de Ouro por “A Fita Branca”, em 2009, e “Amor” em 2012, e neste ano vai disputar com “Happy-End”. Dentre outros competidores, encontra-se a escocesa Lynne Ramsai, com o thriller “You Were Never Really Here”; a japonesa Naomi Kawase com “Radiance”, o alemão Fatih Akin, com “In The Fade”. O francês François Ozon defende seu último filme-suspense “L’Amant Double” e o ucraniano Sergey Loznitsa aposta em Dostoiévski como base do argumento em prosa e verso para seu longa-metragem “A Gentle Creature” enquanto o russo Andrey Zvyagintsev, apresenta “Loveless”.

IMAGEM: Cyril Duchêne/FDC – Louis Fauquembergue/FDC 

                                     CARTAZ: ©Bronx (Paris) Claudia Cardinale © Archivio Cameraphoto Epoche/Getty Image

Você também pode gostar...

Para receber nossas matérias
Muito obrigado pela sua visita!
Correspondance Magazine®