Les Canalous

23 de Janeiro de 2017

“Descobrimos que há grandes barcos que podem servir de moradia mas que não podem velejar porque oferecem dificuldades de manobra. Por outro lado, existem barcos pequenos que são fáceis de manobrar mas que não oferecem isolamento e conforto para viver. É por isso que criamos “Aligoté” um barco com dimensões espetaculares, que reúne as melhores qualidades de alojamento e navegação.” Para conhecer um pouco mais sobre esse projeto, Correspondance Magazine® visitou o Salão Náutico de Paris, em dezembro, e conversou com Alfred Carignant, diretor da empresa “Les Canalous” para saber de onde eles tiraram a ideia de criar esse barco de passeio, tamanho família, fácil de manobrar e orgulhosamente construído 100% made in France. “A péniche “Aligoté” é uma embarcação de alta capacidade que mede 15 metros, podendo acolher 12 pessoas em suas 6 grandes cabines e 3 banheiros, uma distribuição perfeita de alojamentos espaçosos e confortáveis que não comprometem em nada o desempenho da navegação.”

Les Canalous, baseada em Digoin, na Borgonha, é uma empresa especializada na construção e locação de embarcações de passeios que se orgulha de ter uma história familiar. Descendente de avós carpinteiros, aficionados por barcos e que projetaram o próprio veleiro, Alfred Carignant herdou a máxima dos navegadores e cultiva a ideia de navegar com paixão. Atualmente na direção dessa arte de viver que é a verve do “Les Canalous”, a família Carignant envolve-se entusiasticamente no setor náutico, em particular como administradores da Federação das Indústrias Náuticas, e como construtores de embarcações de passeio inovadoras. “Nossos antepassados investiram suas vidas na criação do “Les Canalous”, cabe a nossa geração reinventar e inovar a arte de navegar, levando em consideração nossa preocupação com a promoção do patrimônio regional, enquanto modernizamos nossa frota e fortalecemos o know-how de nossas equipes para oferecer o melhor suporte para nossos clientes”, apregoa Carignant.

Democratizar a navegação sem carteira de navegação é uma das propostas do “Les Canalous”. A ideia é simples, o cliente não precisa necessariamente ser um expert em navegação fluvial para conduzir um barco, na verdade, a equipe dos Canalous explica as regras de base para uma navegação tranquila, divide informações sobre as eclusas, como abri-las e fechá-las, e, após alguns minutos de prática o aprendiz de navegador pode se apropriar de uma embarcação e circunavegar nos trajetos oferecidos pela empresa. “Nossa proposta é que os navegadores experientes e os aprendizes desfrutem do mesmo prazer ao manobrar um barco nos canais franceses e que todos os participantes da família partilhem alguns momentos como “Capitão” de uma bela embarcação”, confessa Alfred Carignant. Afinal, os prazeres simples como se reunir entre amigos e com a família, descobrir as riquezas do patrimônio regional e saborear a gastronomia local é um dos conceitos dos grandes desbravadores. Tanto na terra como sobre as águas.

IMAGEM – Christian Nouzillet 

Você também pode gostar...

Para receber nossas matérias
Muito obrigado pela sua visita!
Correspondance Magazine®