“Notre Monde”

17 de Janeiro de 2018

Filha de uma grande família irlandesa e italiana, Dawn Sweitzer afirma que sempre foi encantada por outras culturas, pessoas, tradições, como eles vivem e celebram suas vidas.. Cheia de curiosidade, desde que tinha idade suficiente para viajar, ela embarcou para a Europa e Ásia, para  descobrir e abraçar tudo sobre outras culturas. “Pela primeira vez na minha vida, as experiências eram muito maiores do que eu, era hora de prestar atenção no resto do mundo”, confessa essa nativa de Dover, pequena cidade de Ohio, no Centro-Oeste dos Estados Unidos. “Na minha época não existia todas as redes sociais, telefones e computadores, como agora, e éramos encorajados a explorar e conhecer pessoas”, relembra a diretora criativa de Notre Monde. “Quando viajo, minha inspiração é definitivamente mais focada porque mergulho nessa cultura específica e todos os meus 5 sentidos são abertos. Sendo de uma cidade tão pequena, crescendo no país com cavalos e vivendo com minhas irmãs, tornei-me uma sonhadora destemida. Até hoje acordo e sou grata por essas experiências iniciais e olho para o mundo com uma luz diferente”, filosofa Dawn Sweitzer. Seu trabalho, suas viagens, o modo de viver no exterior influenciaram o trabalho dessa criativa inveterada, a tal ponto que suas criações para Notre Monde, agora representadas em galerias de arte e sob a tutela de Ethnicraft, são vendidas como belas peças de arte. Correspondance Magazine® foi conhecer o que deslumbra Dawn Sweitzer, a fim de ouvir e aprender mais sobre sua história de artista autodidata e a importante colaboração que ela tem oferecido com seu talento aos jovens artistas iniciantes.

Quais são suas fontes de inspiração?

– Sou inspirada literalmente por tudo ao meu redor. Pode ser um livro, uma música, as cores de um pôr-do-sol, um museu com ótimas obras de arte, pensar num lindo jantar para amigos e familiares. Adoro fazer jardinagem, cozinhar e me divertir. Quando todos os meus sentidos são abertos, é quando sou mais inspirada.

Conte-nos um pouco sobre esta nova coleção.

Para esta coleção Primavera-Verão 2018 usamos cores saturadas e camadas abstratas com acabamentos orgânicos aplicados com interessantes combinações da naturez para manter um equilíbrio.

Quais adjetivos podem descrever seu estilo como designer de interiores e artista?

– Boêmio, utilitário, único, de qualidade, chique, bonito, luxuoso, eclético, clássico.

Existem pessoas nas áreas de arte, design, arquitetura que influenciaram, de alguma forma, o seu estilo? Como e por quê?

– Poderia nomear vários mas diria que atualmente tenho sido muito inspirada por Dries Van Noten, Mark Rothko, Calder, Kelly Ellsworth, Iris Apfel, apenas para citar alguns. O que me fascina na abordagem desses criativos é o seu artesanato e arte, e o fato de que o que eles desenvolvem são tão complicados mas simples ao mesmo tempo.

Como você escolhe a temática que vai guiar o seu trabalho?

– Para Notre Monde, estou interessada em usar apenas uma dessas técnicas tradicionais e continuar investindo para mantê-lo simples, mas bonito.

Quais são os projetos que você ainda não trabalhou e você gostaria de desenvolver?

– Sempre quis conceber um ambiente onde todos pudessem simplesmente avançar e criar, promovendo oportunidade para aqueles que não podem tê-la. Quero encorajar e capacitar as pessoas a fazer o que amam: pintura, tecelagem, culinária, escultura, dança, construção, a fim de conectá-las com várias outras pessoas que possam ajudá-las a construir seus negócios com talento e habilidades. Às vezes, tudo o que é necessário fazermos é acreditar nos outros para que outras pessoas possam acreditar em si mesmos. Quando alguém se sente apoiado, é incrível o que pode acontecer.

Quando você sonha com o seu trabalho, qual é o grande sonho?

– O meu grande sonho é inspirar as pessoas a fazerem o que amam, também gostaria de criar uma comunidade para jovens artistas, para ajudá-los a transformar suas vidas em algo especial, que possa inspirar os outros, uma espécie de corrente prá frente. Se você fornecer um espaço inspirador que ofereça suporte, coisas bonitas acontecem.

O que você faz no seu tempo livre quando não está viajando?

– Um dos meus lugares favoritos é o meu atelier de pintura, onde trabalho em novas coleções, quando estou com boa posição. É o único lugar em que me sinto completamente satisfeita e também adoro passar um tempo qualitativo com meu parceiro Paul Delais, com meus amigos e familiares, cozinhando, comemorando e sendo inspirada um pelo outro.

Suas bandejas, em especial, são verdadeiras obras de arte. Como você se envolveu pela primeira vez com decoração e mobiliário? Conte-nos como começou a história da Notre Monde.

– Desde que me lembro, sempre fui criativa. Sou uma artista autodidata, que se permite ser um pouco mais livre das regras e “pensar fora da caixa”. Nunca tive alguém para me dizer “você não pode fazer assim” ou, se me disseram, eu claramente não estava ouvindo! Comecei a pintar uma dessas bandejas de tipo, bem como, assim como alguns outros itens e vendê-los para uma loja em Columbus Ohio. Essa loja rapidamente começou a vender as minhas peças e, para que o comprador fizesse pedidos semanais, precisava produzi-los mais rapidamente e conhecer melhor sobre os mercados atacadistas. Logo depois fui à Chicago, no Merchandise Mart, e encontrei um showroom para me representar, foi assim que a primeira coleção Notre Monde nasceu. A partir daí, adicionei móveis, espelhos de parede, caixas e outros objetos decorativos. Também tive várias oportunidades para projetar rótulos privados para lojas “Big Box”, o que foi uma ótima oportunidade à medida que o negócio crescia. Aprender a combinar arte e comércio sempre me fascinou.

O negócio de Notre Monde mudou ao longo dos anos. Como você gerenciou a oportunidade de expansão através da colaboração com a Ethnicraft?

– Na verdade, Notre Monde nasceu de uma ideia muito simples. Sempre amei arte e fui criativa mas não tinha certeza do que queria fazer, sabia apenas que queria fazer algo criativo, que fosse útil, funcional e único. Cerca de 5 anos atrás, quando Philippe, Benoit e eu nos conhecemos, não sabia o que esperar com essa parceria. Acho que essa colaboração abriu oportunidades incríveis para eu criar e crescer como artista, pessoa e negócios com um tremendo grupo de pessoas dedicadas ao sucesso da marca Notre Monde. Tem sido uma experiência maravilhosa.

Olhando para trás em seus começos, você imaginava que Notre Monde se tornaria o que é agora?

– Quando comecei com Notre Monde há 25 anos, sabia que seria especial. Penso que é seguro dizer que quando fiz uma parceria com a marca Ethnicraft ficamos agradavelmente surpresos com o quanto nos relacionamos com um incrível time dedicado ao sucesso de Notre Monde. Com minhas sensibilidades voltadas para o design e a estética para a marca Notre Monde e o conhecimento logístico, bem como, o plano de negócios perfeito de Benoit e Philippe, de Ethnicraft, foi uma combinação perfeita. Acredito que todos nós sabíamos que seria um sucesso mas não percebemos a rapidez com que cresceríamos. Ver Notre Monde crescer e se tornar o que é hoje, é um dos maiores orgulhos da minha vida. Tive que dedicar muito trabalho, perseverança e, agora, rodeada de pessoas incríveis, o sucesso chegou.

Com exceção de Notre Monde, você tem outros projetos em andamento? Em caso afirmativo, que tipo de colaborações, trabalho de arte, outros?

– Estou constantemente criando e descobrindo novas técnicas e culturas, isso me inspira a pintar, a criar tecidos. Atualmente, estou desenvolvendo uma coleção de têxteis, além de vender muitas obras de arte originais para espaços comerciais e residenciais. Também sou representado pelo LeftBank Art, uma empresa de Los Angeles que representa minhas reproduções há vários anos.

Quais suas visões de sonhos, para você e para Notre Monde?

– Um dos meus sonhos sempre foi construir Notre Monde em uma marca de estilo de vida elegante, sofisticada e acessível para todas as pessoas que gostam de cercar-se de belos objetos que os inspiram. Para que as pessoas compartilhem a experiência de Notre Monde com as pessoas que amam. Também gostaria de expandir a marca de têxteis, roupas, mais móveis, iluminação. Enfim, a lista de sonhos é simplesmente infinita!

Você também pode gostar...

Para receber nossas matérias
Muito obrigado pela sua visita!
Correspondance Magazine®