Os 70 anos da Maison Dior

26 de Julho de 2017

O “New Look” nasceu em 1947 no número 30 da Avenue Montaigne em Paris e, instantaneamente, conquistou todo o mundo. Para festejar esse evento e os 70 anos de criação da Maison Dior, o museu das Artes Decorativas apresenta até 07 de janeiro de 2018, “Christian Dior, designer de sonhos”. Uma megaexposição em forma de retrospectiva digna de um grande estilista, colecionador de obras de arte, criativo e, sobretudo, uma pessoa de muita sorte que construiu um império seguindo sua intuição e perspicácia. Como homem de negócios, Christian Dior (1905-1957) perseguiu todas as oportunidades que surgiram em seu caminho e tirou proveito de todas as circunstâncias para expandir e beneficiar seu business.

Ele revolucionou a moda do pós-guerra e destilou extravagância ao vestir as mulheres dos anos 50, período em que lançou sua empresa onde a costura é executada uma arte. Como galerista, Christian Dior era um amante das artes com grande conhecimento de causa, tanto que Balthus, Giacometti e Dalí habitavam literalmente em seus salões, a exposição rende homenagem a esse talento especial expondo, ao lado de 400 exuberantes vestidos, numerosas obras de sua coleção e muitas outras, sobretudo, Man Ray, que influenciaram seu estado espírito como costureiro. Esse é o mote da exposição que mostra desde as origens da Maison Dior e a história de seu criador, até as últimas criações concebidas pelos novos estilistas que perpetuam o mito Dior.

Muitos estilistas passaram pela Maison Dior e ajudaram a criar essa aura de fascínio pelo glamour da alta-costura, Yves Saint Laurent, Marc Bohan, Gianfranco Ferré, John Galliano, Raf Simons e a atual estilista titular Maria Grazia Chiuri são alguns dos personagens que transformaram, a sua maneira, o mito do superlativo Dior. Com uma cenografia impressionante e atraente baseada em composições teatrais, espelhos e jogos de luzes, que se lançam sobre uma abundância de vestidos, ternos, chapéus, sapatos e diversos acessórios, sem esquecer os frascos de perfume, a criação das famosas fragrâncias e suas garotas-propaganda. O visitante vai precisar investir bastante tempo para assimilar tanta informação e sutilezas espalhadas em mais de 32 000 m². Sem dúvida, uma retrospectiva monumental dedicada a um dos maiores estilistas franceses de todos os tempos.

Você também pode gostar...

Para receber nossas matérias
Muito obrigado pela sua visita!
Correspondance Magazine®