Arte fora dos muros

19 de Outubro de 2019

Algumas das mais emblemáticas esculturas escaparam das galerias e estão distribuídas em vários pontos durante esse outono das artes na Cidade Luz, especialmente para acolher os pedestres amantes das artes nesta ocasião. Fora do Grand Palais, onde a famosa feira de arte fica instalada, a FIAC se apropriou de seis locais emblemáticos em Paris: o Jardim das Tulherias, a Praça da Concorde, a Praça Vendôme, o Museu Eugène Delacroix, o Petit Palais e à Avenida Winston Churchill.

Artistas como César, Carlos Cruz-Diez, Alex Katz, Alexander Calder, Yayoi Kusama e muito outros artistas participam do projeto. No momento em que as intituições Governamentais pensam em cortes na área cultural, esse projeto tem como objetivo abrir as portas das galerias, apresentando a arte ao público em geral com o intuito de relembrar à população que essas grandes criações são importantes para fomentar a educação, semear esperança no futuro e fazem parte da riqueza da sociedade. Com essa mensagem a Feira Internacional de Arte Contemporânea – FIAC – confirma sua missão: promover a arte em todos os lugares e convidar os artistas a reinventar o mundo em que vivemos.

A visão da FIAC em seu projeto Hors les Murs é inundar as mais belas ruas, jardins e avenidas de Paris com uma amostra significativa das melhores criações da arte internacional. Colocando os artistas nas ruas através de belas esculturas em lugares públicos de grande afluência para serem vistas pelo maior número de pessoas. FIAC Hors les Murs tem como objetivo provocar debates entre os transeuntes, tanto quanto inspirar as pessoas que tradicionalmente não visitam galerias de arte, museus e feiras especializadas de arte.

Essa é a ideia por trás do evento da feira de arte FIAC Hors les Murs, onde a feira saiu literalmente, fora dos muros de museus e galerias para expor suas obras de arte publicamente. A Praça da Concorde, o Jardim das Tulherias e a Praça Vendôme, para citar apenas o triângulo do luxo, em Paris, acolhem as principais obras de arte. Nestes lugares onde a circulação de traseuntes é elevada e o tráfego de carros intenso, quantas pessoas vão parar para olhar ao redor e se dar conta de que estão frente à frente com a criação e o talento de grandes artistas?

TEXTO – Marilane Borges  

***Essas obras esculturais encontram-se em exposição e podem ser visitadas pelo público em geral no Jardim das Tulherias, Na Praça da Concorde e na Praça Vendôme, em Paris, até 11 de novembro de 2019

IMAGEM © Studio Shapiro / Laffanour Galerie Downtown, Paris, Sculpture “Beer Head Bear”, 2005, Aluminium anodisé © Galerie Perrotin © Artista Johan Creten De Vleermuis © 2019, artista Yayoi Kusama, fotografia Marc Domage © Artista Noël Dolla © Artista Carlos Cruz-Diez © Galerie Continua © Artista César, obra de arte Pouce, 1998 – 2019 © Cortesia Van de Weghe, Nova York, fotografia Dan Bradica © Galerie Georges-Philippe & Nathalie Vallois © Artista Tomi Ungerer © Galerie Eva Presenhuber © Artista Jean-Marie Appriou © Galerie Ceysson & Bénétière  © Galerie Almine Rech © Artista Sylvie Fleury  © Galerie Paula Cooper © Artista Mark di Suvero © Galerie Eva Presenhuber  © Galerie Jocelyn Wolff © Artista Katinka Bock  

Você também pode gostar...

Para receber nossas matérias
Muito obrigado pela sua visita!
Correspondance Magazine®