Maria Porro

6 de junho de 2022

“O design tem nos ajudado muito nestes últimos meses tão desafiadores e difíceis”, atesta Maria Porro, Diretora do Salone del Mobile Milano. Eleita por unanimidade em setembro de 2020, Maria Porro é a primeira mulher a assumir esse cargo. Com vasta experiência no mundo do design, ela colaborou com seu pai Lorenzo Porro e com o estúdio Lissoni Associati em particular, no campo da pesquisa estilística e desenvolvimento de novos produtos, supervisionando pessoalmente as apresentações da empresa no Salone del Mobile Milano, que ela dirige atualmente.

Discursando sobre a importância do design nas nossas vidas, Porro diz “nossa moradia se tornou cada vez mais “lar” e cada vez menos “casa”. Um lugar aconchegante onde se refugiar do mundo exterior, um ambiente em que nos sentimos confortáveis e no meio de objetos e móveis com os escolhemos viver.”

Diante dessa nova realidade pandêmica e pós-pandêmica com a qual teremos que nos acostumar, revalorizamos o sentido de nossas vidas, do nosso bem-estar e desse novo estilo de vida em casa, por isso, o design é importante. “Admirar uma bela peça ajuda, além é claro, de seu valor funcional, a criar um sentimento de calma e harmonia no nosso dia a dia. Nesses termos, o design é o elo que nos conecta com a beleza,” atesta Porro.

Diretora do Salone del Mobile Milano Maria Porro concedeu com exclusividade essa entrevista para o Correspondance Magazine® para falar dos desafios dessa 60ª edição, que acontece de 07 à 12 de junho. “O verdadeiro desafio de organizar a edição passada (2021) foi que quebramos barreiras para não parar em uma situação que poderia ter impactado negativamente o sistema. Esse desafio, de alguma maneira, confirmou mais uma vez a posição de liderança do Salone del Mobile Milano.” Essa edição de 2022 já é um troféu para a primeira mulher a dirigir uma das feiras mais importantes do setor.

Qual foi o seu maior desafio para organizar o “Salone del Mobile Milano” em uma era ‘pós-pandemia’?

– Em um momento de grandes mudanças, meu principal impulsionador tem sido a capacidade de reinventar, graças ao tremendo trabalho em equipe. Supersalone foi o evento que marcou não só a recuperação do nosso setor, mas do país como um todo. Enfim, um evento ao vivo, compartilhado com o público, uma oportunidade para o setor do design de concentrar todas as suas energias para expressar da melhor maneira possível a qualidade que o diferencia.

Em 2020 sentimos a falta de poder ter uma visão coletiva sobre os rumos de todo o setor, de forma mais aguçada, organizar o Supersalone nos permitiu conhecer os produtos mais recentes e as perspectivas do setor para o futuro.

Assumimos este difícil desafio com um grande sentido de responsabilidade. A questão da segurança era – e ainda é – uma chave. Para essa 60ª edição do Salone del Mobile Milano, estamos trabalhando com todas as instituições e órgãos regionais envolvidos para garantir uma experiência totalmente segura para nossos expositores e visitantes.

De acordo como sua experiência, quais as lições que podem ser tiradas dessa decisão de realizar uma feira de design nas atuais circuntâncias mundias?

– Nossa decisão de embarcar em um novo caminho e aproveitar a oportunidade de fornecer novas visões de marcas e produtos é um sinal de quão poderoso é nosso design. Esse posicionamnto nos permite olhar para o futuro com confiança unindo as tradições culturais, a criatividade dos protagonistas e a capacidade de inovação da indústria sem falar das regiões.

Pessoalmente, sempre admirei o Salone del Mobile Milano, cada edição tem a capacidade de auto-exame, de examinar as mudanças na sociedade, analisar desafios e supera-los, além de potencializar oportunidades. Por mudar sua perspectiva. Foi exatamente isso que fizemos quando decidimos manter a edição passada e é o que estamos fazendo para esta edição.

Posso dizer também que a vantagem de fazer uma feira em conjunto é que você pode contar com um grupo de pessoas que estão tentando fazer um mundo melhor, apresentando soluções para os problemas, influenciando os gostos e comportamentos de consumo.

Quanto tempo foi necessário para planejar essa edição do “Salone del Mobile Milano”?

Supersalone terminou em 10 de setembro (2021) e desde o dia seguinte começamos a trabalhar no Salone del Mobile Milano. É um tempo mais curto do que o habitual, mas a grande força do Salone del Mobile Milano sempre foi sua uma equipe, que se engaja com vontade e trabalha arduamente, experimentando e até arriscando, mas sem nunca perder de vista o objetivo final: o bem-estar de nossas empresas e de nossos expositores. É isso que temos feito: trabalhado duro para criar grandes e melhores oportunidades para as empresas e para a cidade de Milão.

O que está por vir no “Salone del Mobile Milano 2022” em termos de tendências e novos projetos? Como você pretende apresentá-los ao público?

– Estamos prestes à inaugurar o Salone del Mobile Milano e por isso prefiro não antecipar nada, a fim de que o público tenha uma boa surpresa! No entanto, posso dizer que por se tratar de uma edição histórica, essa 60ª edição do Salone del Mobile Milano será especial, com as bienais International Bathroom Exhibition e EuroCucina juntamente com Technology For the Kitchen (FTK) dedicada aos mais recentes móveis de cozinha, tecnologia e exaustores. Essa  edição será imperdível!

Que tipo de novidade o público descobrirá durante essa 60ª edição “Salone del Mobile Milano 2022”?

– É impossível prever o que as empresas expositoras trarão, mas posso afirmar que haverá muita atenção à economia circular, à sustentabilidade e aos novos materiais.

Se as pessoas pudessem tirar apenas um ponto importante sobre o “Salone del Mobile Milano 2022”, o que você gostaria que fosse?

– Gostaria que cada visitante levasse para casa a experiência de se conhecer, realizar relacionamentos descobrindo produtos interessantes. E que eles possam encher os olhos de beleza e levar para casa novas emoções.

Como você definiria o estilo dos 60 anos do “Salone del Mobile Milano”?

– Como escreveu uma importante publicação há alguns anos, gosto de dizer que “a aldeia do design indica e os outros seguem…” Em outras palavras, o Salone del Mobile Milano é o encontro imperdível para o setor em nível internacional e a vitrine de criatividade, inovação e qualidade por excelência.

O Salone del Mobile não é apenas uma simples feira, mas uma experiência global e uma emoção que atrai empresas, criativos, comunicadores e profissionais de todo o mundo.

Em sua opinião, olhando para o quadro geral, que valor o design pode oferecer à sociedade no mundo moderno?

– Acredito que todos nós vamos lutar para viver com simplicidade e manter nosso foco no que é essencial. Temos que agir e pensar com uma boa prática ambiental, que responda também a um objetivo ambicioso, mostrando que é possível e necessário recomeçar após o hiatos provocado pelo Covid, incorporando critérios de sustentabilidade e consciência ambiental em todas as nossas atividades. Temos a oportunidade de repensar sobre a necessidade de intensificar nossos esforços para fazer eventos cada vez mais sustentáveis. Esta é a direção que nosso futuro e nosso design devem tomar.

A pandemia aumentou a necessidade de design de qualidade, o que significa qualidade de materiais e superfícies. Qualidade também significa móveis sustentáveis. Em um mundo em colapso, onde o clima mudou tão drasticamente, o design sustentável é, mais do que nunca, essencial.

EDIÇÃO DE TEXTO – Marilane Borges

IMAGEM – Cortesia Salone del Mobile Milano © Todos os direitos reservados

Você também pode gostar...

Para receber nossas matérias
Muito obrigado pela sua visita!
Correspondance Magazine®